domingo, 29 de março de 2015

Análise: Awesomatix A700 EX/L – Por Bruno Tamassia

O segundo post sobre modelos TC analisados por seus pilotos é de um dos mais fantástico carros da atualidade, o Awesomatix A700. Quem faz a análise é o piloto Bruno Tamassia de São Paulo. Confira a seguir.


"Ola amantes do automodelismo radio controlado, em especifico os adeptos da categoria de Touring Cars Elétricos escala 1/10.

Desde o final de 2011, começo de 2012, a então, pouco conhecida Awesomatix, de origem Russa, vem gerando um certo reboliço no mercado com o lançamento do modelo A700 com muitas inovações patenteadas pela marca e um preço bem salgado também.

Eu, que gosto muito mais da parte elétrica e mecânica e seus respectivos acertos do que da pilotagem, venho namorando e tentando viabilizar a compra de um A700 desde o lançamento e neste ano de 2015 consegui adquiri-lo.

A verdade é que , quem esta a muitos anos no hobby , sabe que as reais modificações e inovação em relação aos chassis foram pequenas. Nestes últimos 10 anos, poucos foram os projetos realmente inovadores que surgiram.

Recebi o Kit e comecei os trabalhos de montagem e reconhecimento do carro ... não há como ser diferente , se você deseja andar com um carro, seja lá qual for ele, precisa conhece-lo muito bem , para realizar as manutenções e os ajustes.

Nos primeiros passos, fiquei quase maluco, pois o meu conhecimento em RC , pouco me ajudou. O carro é 100 % diferente de tudo que eu já havia visto antes, tive que ir aprendendo e pesquisando na web a medida que evoluía na montagem e substituição do chassis , do modelo original A700 EX para um mais estreito do A700 L.

Enfim , quando o Rapha me escreveu , pedindo uma nota sobre o carro, para postagem no site Tartara RC , eu já havia estreado com o carro em pista e conseguido acertar o setup . O bixo de 7 cabeças passou a ser a melhor escolha que fiz e o carro mais robusto e de fácil manutenção e acerto que tive.
Vamos as minhas considerações sobre o carro , vale lembrar que o meu carro não possui ainda o gear box flutuante, que vem no Kit do A700 EVO e dispensa o uso do upperdeck. O upgrade é vendido separadamente e com um precinho bem salgado também ... quem sabe em um futuro próximo !

Segue um comparativo em relação a maioria dos TCs existentes atualmente no mercado:

- Carro usa cardã , em detrimento as correias – isto, aliada as demais inovações , torna a manutenção bastante simples, pois o cardã pode ser removido/fixado com apenas um click e sem a necessidade de remoção de qualquer peça do carro

- Coroa pode ser trocada sem a remoção do upper deck , tornando rápida a tarefa em uma corrida

- TODO o sistema de funcionamento do carro é feito por Balls, o carro não utiliza Pin para fixação de bandejas , hubs , steering blocks e esta é uma das características que faz com que o carro quebre menos

- a única peça plástica do carro é o suporte da barra estabilizadora, todas as demais peças são de alumínio ou fibra de carbono, inclusive as bandejas ,etc 

- o meu kit já veio com duas opções de montagem de motor , a longitudinal mais usada para categoria stock e a transversal, mais usada para motores modified... a mudança do berço do motor é bem simples e altera a caixa de redução do carro, por conta disto, a justificativa do informado acima.

- A principal evolução do carro, são os amortecedores , eles trabalham na posição horizontal , com um feixe de mola em detrimento as tradicionais molas helicordiais dos amortecedores em posição vertical. Com isto, o carro dispensa o uso de torres de suspensão.

- o óleo interno dos amortecedores , vem de fábrica . Esqueça os conceitos usados nos demais carros de ficar alterando óleo , molas, etc,  No A 700 os ajustes são feitos entre foi pontos específicos e para isto, o usuário necessita de um gabarito de laminas em milímetros, que vem junto ao kit . A altura do carro é ajustada em um parafuso e as molas originais que são soft na dianteira e traseira , combinadas as barras estabilizadoras, funcionam muito bem , na maioria das pistas. O manual possui uma tabela de correlação entre a alteração de pesos e tensão das molas x ajuste de espaço por lamina de mm do gabarito.

- Tanto spool como gear diff , são inteiros em alumínio e com engrenagem interna de metal. O carro é extremamente solto e livre , diferente dos carros com correia , em que o usuário precisa ficar alterando no suporte do diferencial, a tensão delas. No cardã este ajuste não existe.

- O ajuste do Caster é bem simples e feito através da linkagem , recomenda a compra do caster duo que fica acoplado a mesa de setup. O carro possui ajustes simples de caster , camber e Toe na dianteira e traseira.

- Após se familiarizar com o carro, torna se bem simples o processo de manutenção e em apenas alguns minutos o carro pode ser inteiro desmontado com muita facilidade.

Boa diversão e até as pistas !

Bruno R Tamassia"

Clique nas imagens para ampliá-las