segunda-feira, 15 de março de 2010

Mexendo nos detalhes

Aproveitei este final de semana para mexer o que pude nos RCs. Deu para fazer muita coisa. O que eu estava mais ansioso para fazer era trocar os c-hubs do E4. Os que eu estava usando eram os originais do E4 sedan e não estavam funcionando bem.

Com muitas folgas e desmontagens espontâneas eu não estava achando legal não. Acabei comprando as peças necessárias para a troca e como elas haviam chegando na sexta fiz a festa. Apenas para contar: os pedidos feitos na China sempre chegam mais rápidos (bem mais rápidos) em relação aos feitos em lojas dos EUA. Isso é fato.

O carro ficou como eu esperava, as peças em plástico se encaixam com perfeição e eliminam as folgas das peças de alumínio. Eu fiz o processo contrário do TC5, onde eu coloquei todos os hopups de alumínio e o carro ficou cheio de folgas. Tudo bem, as folgas são até certo ponto aceitáveis, mas quando um carro está com todas as peças de plástico a cosa fica realmente justa, mesmo que por um tempo limitado, pois, como é sabido, as peças de plástico sempre cedem, enquanto as de alumínio não vão ceder.

Agora é só colocar o carro para andar e ver como ele se comporta. Para competir o ideal são peças de plástico, sempre, eu sempre recomendei isso. Para andar zoando é que os hopups valem à pena. Isso eu digo por alguns motivos. Primeiro, peças de plástico são mais flexíveis e numa pancada podem ajudar a não quebrar algo a mais no carro. E pode contar que numa competição você bate e bate forte. O prejuízo também é sempre muito menor quando se usa peças de plástico. A vantagem das peças em alumínio são a resistência, e o peso que ajuda ao andar com Lipo, mas não é lá grandes coisas não. O que eu mais gosto nas peças de alumínio é o visual que o carro fica. Fica a aí a dica.