domingo, 14 de fevereiro de 2010

Um dia de Jungle

Demorou, mas terminou. Estava desde as 15 horas assitindo a Daytona 500 que contou com mais de 2 horas de bandeira vermelha graças a um buraco na pista. Mas eu não arredei o pé, fiquei vendo até o final, quase 7 horas de transmissão.


Valeu à pena pois o final foi eletrizante, com a vitória do McMurray e o Dale Jr, aparecendo do nada para chegar colado em segundo. Aproveitando que estou escrevendo sobre corridas de 1:1, vale a pena deixar uma nota para a corrida do Piquet Jr. que chegou em sexto numa corrida sensacional ontem à noite. Se continuar assim ele vai se dar bem.

Mas estou fazendo este posto para falar de RC, mais precisamente sobre o Team Magic E4, que foi o carro que eu andei ontem na Jungle. Fui mais pela diversão come sempre, mas a surpresa que o carro me proporcionou foi muito boa. Andando com blocado na dianteira e baterias com menos de 3600mah consegui fazer voltas na casa dos 13 segundos, a melhor delas em 13.6s, o pessoal de ponta tava com 13 baixo. Muita diferença, mas não para mim, que estava sem andar há muito tempo e mais ainda, nunca tinha andado com o E4 lá. O carro estava muito bom no início, mas devido a relação e ao setup do ESC, estava andando menos que poderia. Coma  ajuda do Luciano, “setupei”o ESC, e o carro ficou muito mais arisco.

Com a relação nova que girava em torno de 5,5 de final ratio o carro passou a andar muito. O que eu mais achei legal é que eu não estava com o melhor setup de amortecedores, e o carro em si não tinha nem ido para a mesa de setup, estava meio desregulado.

Ou seja, ele ainda pode melhorar (usei uma relação de pitch 64, que eu não gosto). Estava andando com um Corally 10.5, que pensei estar ruim no início, mas me enganei depois que fui melhorando a relação. Fiquei empolgado para voltar a andar, ainda mais que hoje pela manhã o carro já estava sendo aprontado para ficar menos problemático de chão que ontem. Vou fazer um esforço extra para andar lá novamente. Não muito pelo carro, mas sim pelo pessoal que é sempre nota 10.